PORTUGUÊS

O senhor compadre

中文

教父


Houve, uma vez, um pobre homem que tinha tantos filhos que todo o mundo já era compadre dêle e, quando lhe nasceu mais um filho, não tinha mais ninguém a quem pudesse convidar para padrinho.
Ele não sabia que fazer; muito preocupado, deitou-se e adormeceu. Sonhou que devia ficar diante da porta da cidade e convidar para padrinho o primeiro que passasse por êle.
Quando acordou, decidiu obedecer ao sonho; ficou diante da porta da cidade e convidou o primeiro que passou por êle. O forasteiro presenteou-o com uma garrafi- nha de água, dizendo;
- Aqui tens uma água mágica; com ela poderás curar os doentes. Tens apenas de ver onde se acha a Morte: se estiver à cabeceira do enfermo, dá-lhe desta
água e êle ficará curado; mas, se ela estiver aos pés da cama, tudo será inútil, êle terá de morrer.
O homem desde então pôde sempre diagnosticar se um doente se salvaria ou não; tornou-se famoso pela sua arte e ganhou muito dinheiro. Certa vez, foi chamado para ver o filhinho do rei; ao entrar no quarto viu a Morte à cabeceira da cama; então, deu-lhe a água e curou-o; o mesmo sucedeu a segunda vez; mas, na terceira vez, a Morte estava aos pés da cama e o príncipe teve de morrer.
Um dia, quis visitar o compadre e contar-lhe o que se havia passado com a água.
Ao entrar, porém, na casa do compadre, encontrou certas coisas bem esquisitas! No primeiro andar, a pà- zinha e a vassoura estavam brigando e esmurravam-se a valer. Êle perguntou:
- Onde mora o senhor compadre?
- No andar de cima, - respondeu a vassoura.
Quando chegou ao segundo andar, viu espalhados pelo chão não sei quantos dedos de defuntos. Perguntou:
- Onde mora o senhor compadre?
Um dos dedos respondeu:
- No andar de cima.
No terceiro andar, havia um monte de cabeças de defuntos, que também lhe indicaram o andar de cima. No quarto andar, viu peixes fritando-se sozinhos no fogo, torrando-se na frigideira. Êles também disseram-lhe:
- No andar de cima.
Quando subiu ao quinto andar, chegou diante de um quarto e espiou pelo buraco da fechadura; e viu o compadre, que tinha dois longos chifres. Quando èle abriu
a porta e entrou no quarto, o compadre deitou-se rapidamente na cama e cobriu-se. O homem então disse:
- Senhor compadre, mas que casa esquisita é a vossa! Quando cheguei ao primeiro andar, a pàzinha e a vassoura estavam brigando e esmurrando-se a valer.
- Como sois simplório - disse o compadre; - eram o criado e a criada, que estavam tagarelando.
- Mas, no segundo andar, vi espalhados pelo chão dedos de defunto.
- Oh, como sois tolo! eram raízes de escorcioneira!
- No terceiro andar, havia um monte de cabeças de defuntos.
- Medroso, eram cabeças de repolhos.
- No quarto andar, vi peixes na frigideira, fritando-se sozinhos.
Mal acabou de dizer isso, os peixes apareceram e puseram-se na mesa sozinhos.
- Quando cheguei ao quinto andar, espiei pelo buraco da fechadura; eu vos vi compadre e tínheis dois chifres compridos.
- Ah, isto não é verdade!
O homem então ficou com mêdo e fugiu correndo: senão, quem sabe lá o que lhe teria feito o compadre!
从前有个人,他孩子太多,已经请过世界上所有的人当孩子们的教父了。 可又有个孩子即将出世,显然没人可请了,他不知道如何是好,只好疲惫地躺下睡了。 梦中他梦见自己出了门,请遇到的第一个人当孩子的教父。 醒来时他决定照梦中的指点办,因而出了大门,在那儿碰到一个陌生人,于是请他当教父。 很多年后,教父送给教子一杯水,告诉他:"这是杯神水,可以治好任何人的病。不过你要看清死神站在病人的哪一头,如果站在病人头前,给病人喝点这种水,他就会痊愈;如果他站在病人脚后,一切努力都将白费,他必死无疑。"从此,教子就能判断病人是否有救,并因此出了名,也挣了大钱。 有一次国王请他去给他孩子治病,他看到死神站在孩子头前,就用神水治好了孩子的病;第二次也是这样。
第三次死神站到了孩子脚边,他便知道孩子非死不可了。
有一次他想见见这位教父,告诉他自己用神水取得的成就。 当他来到教父家时,看到了世界上最古怪的事:扫把和铁锹在头一段楼梯上吵架,并且猛打对方。 他问它们:"教父住在哪儿?"扫把回答说:"在很多楼梯上面。"他上到第二段楼梯,看到一堆死手指。 他问它们:"教父住在哪儿?"其中一个手指回答说:"再上一层楼。"三楼是一堆死人头,它们也说教父住在上面一层。 他在四楼看到各种各样的鱼在火上烤着,它们也说:"再上一层楼。"他来到五楼,看到有扇门,就从锁孔往里看,结果看到了长着两只长长的犄角的教父。 他推开门走了进去,教父急忙躺到床上,用被子把自己盖上。 这人说:"教父先生,您的房子多奇怪呀!我在一楼看到扫把和铁锹又吵又打。"
"你多愚蠢呀!"教父说:"那是一个小伙子和一个姑娘在说话呢!""可我在二楼看到很多死人的手指头。""唉,你真笨!那是一些树根。""三楼上有一堆死人头呢。""傻瓜!那些是卷心菜。""我在四楼看到各种各样的鱼在锅里烧得咝咝作响。"正说着,那些鱼自己走来送给教父了。 "我从锁孔往里看的时候,我看到你有两只长长的犄角。""噢!不可能!"
小伙子警惕起来,赶忙跑了出来。 如果不是那样,还不知道教父会把他怎么样呢!




Comparar duas línguas:













Donations are welcomed & appreciated.


Thank you for your support.