Margarida, a espertalhona

Houve, uma vez, uma cozinheira chamada Margarida, a qual possuía um par de sapatos de saltos vermelhos. Quando saía a passear com os sapatos, virava de um lado e de outro, muito satisfeita, dizendo com seus botões: És realmente uma moça bonita! E, quando regressava para casa, de tão contente, bebia um bom trago de vinho e, como o vinho desperta o apetite, ela provava dos melhores pratos até encher bem o estômago, dizendo: A boa cozinheira deve saber que gosto tem a comida. Certo dia, disse-lhe o amo: - Margarida, hoje virá um hóspede para o jantar; prepara da melhor maneira duas galinhas. - Está bem, Senhor, será feito; - respondeu Margarida. Matou as duas galinhas, depenou-as, limpou-as e, tendo-as temperado bem, pô-las para assar no espêto.
8.1/10 - 47 votos






Os mais belos contos de Grimm














Donations are welcomed & appreciated.


Thank you for your support.